ADMVITAL | Blog

Golpe do falso emprego



Em tempos de crise, todo cuidado é pouco ao receber ofertas de emprego que, muitas vezes, parecem boas demais para serem verdadeiras. O alerta é da Polícia Civil de Minas Gerais, que vem registrando aumento nos casos em que os pretendentes às vagas precisam realizar pagamentos antecipados para concorrerem às posições. 

Golpe do falso emprego: confira dicas para sua situação não piorar ainda mais

Golpe do falso emprego“Os estelionatários se aproveitam do desespero das pessoas para fazerem esse tipo de oferta”, afirmou a delegada Silvia Helena de Freitas.

Um exemplo é o caso o caso do operário Rafael Vieira, 27 anos. Sem trabalhar há nove meses, ele recebeu uma falsa vaga para atuar como cobrador em uma empresa de ônibus de Vespasiano, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Segundo contou à polícia, foi pedido que fizesse um pagamento de R$ 100 como taxa de admissão. O golpista, de 43 anos, foi preso.

Outro ponto que chama a atenção são as incursões aos jovens, alvos constantes de tentativas de golpes. Muitas vezes o assédio acontece até mesmo em portas de escolas, com os bandidos tentando fisgar os interssados em conquistar o tão sonhado primeiro emprego.

“Os jovens são coagidos a participarem dos cursos com a promessa do emprego, convencidos a assinar um contrato com pagamento antecipado e o emprego não vem”, relatou a delegada.

Muitas vezes, o golpe é mascarado em forma de supostos cursos que auxiliariam na colocação no mercado de trabalho. Por isso, recolmenda-se máximo cuidado e uma pesquisa detalhada antes de aceitar qualquer oferta ou realizar qualquer tipo de pagamento.

Para que tais golpes possam ser evitados, confira algumas dicas:

1 – Sempre pesquisar detalhadamente a empresa que estaria oferencedo a vaga em órgãos de defesa do consumidor

2 – Sempre desconfiar quando há a exigência de qualquer tipo de cobrança antecipada, especialmente em períodos de instabilidade econômica

3 – Consultar órgãos oficiais que disponibilizam vagas de emprego, como a Secretaria de Estado de Trabalho e Desenvolvimento Social (Sedese) e o Sistema Nacional de Emprego (Sine). No Mais Emprego, especificamente, o trabalhador pode fazer o seu cadastro online, sem a necessidade de comparecimento a uma unidade física do Sine.

4 – Procurar indicaçõs de pessoas que já tenham participado de processos semelhantes ou que tenham passado pela empresa e tenham obtido sucesso

Quem notar alguma irregularidade no processo de seleção pode fazer uma denúncia na Superintendência Regional de Trabalho e Emprego do Ministério do Trabalho e Emprego ou procurar o Ministério Público do Trabalho, que investigará o caso.

Disponível em Hoje em dia: https://goo.gl/571FS6

956 total views, 2 views today

Share

Deixe uma resposta

SIGA-NOS!

Parceiros

Mais vendidos   Amazon Eletros   Hospedagem é com a Hostgator  
-----------------------------------
  Sistema de Gestão
GestãoClick - Sistema ERP Online
 
-----------------------------------
 


Mais vendidos







%d blogueiros gostam disto: